ANUNCIE AQUI !!

contato@classicosdofunk.net
Programação da rádio: Segunda-Feira, 19h - Oficina do Som com DJ Serginho ----------> Terça-Feira - 19h - Funk In Town com DJ Myka Mix ----------> Quinta-Feira - 19h - Night Club com DJ Magoo® ----------> Sexta-Feira, 19h - Funk Forever com DJ's Léo Machado e Jorge Félix - 22h - Clássicos Good Times com MCDJ Macarrão --------> Sábado - 09h - Manhã Charmosa com os DJ's da Clássicos -------- 13h - Tarde Dançante com DJ Paulinho -------- 14h - Som Classe A com DJ Marquinho Carioca -------- 16h - O Pancadão das Galeras com DJ Adriano -------- 19h - Charmix com MCDJ Macarrão ----------> Domingo - 09h - Manhã Charmosa com os DJ's da Clássicos -------- 12h - Versão Funk com Vilson DJ -------- 16h --------- Top Charme com DJ Demar ---------->
Para Para ampliar o chat Clique Aqui
Se o Chat não abrir, Clique Aqui para instalar o Flash Player

sexta-feira, 19 de setembro de 2008

Clássicos do Funk Brasil


Com a ampliação do acesso a tudoqüência FM, a partir da década de 80, o funk no Rio começou a ser influenciado por um novo ritmo da Flórida, o Miami Bass, que trazia músicas mais erotizadas e batidas mais rápidas. Só a FM O Dia dedica grande espaço em sua grade horária para os falsos sucessos feitos no ritmo funk, um dos mais famosos é a regravação de uma música de Raul Seixas: o "Rock das Aranhas" que vira hit e se junta a ele outras músicas feitas com muito humor e sem muito apelo político como adaptações de músicas do funk norte-americano e gravações de cantores latinos como Stevie B, Corell DJ, entre outros MC's. Dentre os raps que marcam o período mais politizado (mas sem perder o humor) no funk é o "Rap do Acari" que abordava o tema da famosa Roubauto, feira de peças de carro roubadas pelas cidade - a feira muito eclética era sinônimo da precariedade do acesso dos pobres da periferia e outros marginalizados à bens de consumo.
Atrelado a isso, complementando o leque das equipes de som já existentes, dentre elas, CASH BOX, JET BLACK, DISCO DANCE, SIGNUS, A BOLHA, SUPERSONIC, HOLLYWOOD, STUDIO LD, surgem, com destaque A Coisa, O Kakareko e as duas grandes rivais Pipo's e Furacão 2000 que organizavam bailes dançantes. Os primeiros bailes fechados em clubes da periferia como a Paratodos da Pavuna, Pavunense, Exentric (Duque de Caxias), entre outros eram feitos com vitrolas hi-fi e as equipes foram, aos poucos, crescendo e comprando equipamentos melhores.
Ao longo da nacionalização do funk, os bailes, até então, realizados nos clubes dos bairros das periferias da capital e região metropolitana, expandiu-se para eventos em céu aberto, nas ruas, onde as equipes rivais se enfrentavam disputando quem tinha a aparelhagem mais potente, mais traficantes, o grupo mais fiel e o melhor DJ. Neste meio surge o DJ Marlboro, um dos vários protagonistas do movimento funk.
Com o tempo, o funk ganha grande apelo dos marginalizados e se afirma como a voz da periferia, cujas letras cantadas pelos MCs, enfatizavam às reivindicações populares pelo combate da violência policial nas comunidades carentes dos morros cariocas. As músicas tratavam o cotidiano dos freqüentadores: abordavam a violência e a pobreza das favelas.
.

6 comentários:

  1. Caramba o rap da Benedita lendário me amarro.

    ResponderExcluir
  2. Como faço pra baixar estas musicas? Tempos bons que não voltam mais.

    ResponderExcluir
  3. Dj Ronaldo, se você poder me mandar estes som ficarei grato. são musicas raras e dificil de encontrar muito esse tempo! Valeuuu

    ResponderExcluir
  4. nenhum link funciona, tem links atualizados?
    obrigado

    ResponderExcluir
  5. Boa noite tem como atualizar o link por favor, desde já agradecemos.

    ResponderExcluir

O Seu Comentário é minha inspiração, comente e sempre visite o blog, terei o prazer de publicar mais novidades ...

Um Grande abraço pra todos!!

Ronaldo DJ

Visualizações !!